O sopro do vento

Imagem

Espírito, do latim “spiritus”: sopro respiração, também se referindo a alma, coragem, vigor.

Sim, conhecemos as canhadas, palcos históricos de sonhos republicanos, escaramuças violentas. Caminhamos pelas mesmas coxílias que Neto, Bento Gonçalves, lanceiros negros e tantos outros heróis anônimos. Sentimos soprar o vento sul que mesmo no verão, faz menção ao inverno. Retratamos a fauna, a flora, a vida, a morte e a não vida. No caminho encontramos amigos, sim, queridos amigos. Mas ainda nos faltava algo, um estalo, um sopro, que faz toda a diferença, como um clima caseiro de horário do jantar, uma tarde arrastada na rede em um alpendre qualquer, uma sensação de estar absolutamente sentindo-se em casa.

escaramuca

A batalha dos Farrapos, obra de José Wasth Rodrigues, em óleo sobre tela mostra a imagem de como era uma escaramuça.

Porém, não falta mais. Após algumas expedições e a publicação no jornal “Tribuna do Pampa” explicando o trabalho, percebemos que grande parte da população já está interada com o que estamos fazendo na cidade e da mesma maneira com que os contatos pessoais foram profundamente positivos, o contato em massa também está se mostrando favorável e compreensivo com nossas ações.

Imagem

O aconchego do lar sob o manto da lua no assentamento Madrugada.

Essa percepção de que Candiota começa a nos enxergar surge de pequenos encontros no mercado, no posto de gasolina, passando pela rua, algo que nem passou por nossas cabeças quando decidimos participar do edital de seleção pública da Eletrobras – CGTEE e escrever o projeto. Primeiramente, pensamos  em todos os detalhes da produção e no final, fomos contemplados. Hoje, cumprir nossas projeções, por mais que não seja tarefa fácil é um verdadeiro deleite. As tarefas para a realização de um filme vão bem além das filmagens. É preciso um constante trabalho de produção para escolha de locais, comunicação com pessoas da região, criação de trilhas originais, edição, arte final e por aí vai.  Por sinal, grande parte do trabalho já foi realizada e estamos começando a chegar perto de saciar nossa sede por imagens que sejam capazes de transmitir a essência de Candiota. Ainda faltam algumas áreas para visitar, mais algumas noites sob a luz da lua, um velho roteiro para seguir. Mas entre tantos detalhes, vamos revelando devagar e aos poucos, até chegar na alma, da mesma forma com que faz o vento minuano.

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s